Blog

Conheça 4 tipos de Fundos de Investimento

Os Fundos de Investimento possuem diferentes tipos de classificações, que vão de acordo com a composição da carteira. Eles oferecem vantagens consideráveis aos investidores em relação a outras aplicações financeiras, como a facilidade de diversificação, a gestão profissional da carteira e benefícios na tributação.

No artigo de hoje, trouxemos 4 tipos de fundos de investimentos e suas características principais.

Siga a leitura!

1) Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios (FIDC)

Os Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios (FIDC) são reconhecidos no mercado financeiro pelo excelente retorno que oferecem, podendo alcançar resultados superiores a 150% do CDI.

Para entendermos o funcionamento de FIDC, é preciso compreender o que é o Direito Creditório. Ele se refere ao direito a um crédito originário de operações realizadas nas instituições financeiras, indústrias e serviços.

Quando uma empresa realiza determinada venda a prazo, ela tem o direito de receber o valor. Esse recebível, no caso, pode ser securitizado e transformado em um ativo para ser negociado e vendido para um FIDC. Sendo assim, o FIDC oferece um capital de giro para a empresa e lhe dá garantia de recebimento.

Os Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios fundos possuem regras específicas. Eles se enquadram como fundos de investimento estruturados e devem cumprir Instruções da CVM.

2) Fundos de Investimento Exclusivos

Os Fundos de Investimento Exclusivos são considerados como um instrumento de “holdings financeiras”, já que oferecem ao cliente vantagens como o planejamento sucessório, planejamento tributário, planejamento financeiro e blindagem patrimonial. No entanto, os fundos exclusivos se sobressaem em relação às holdings, pois permitem de fato a redução da carga tributária.

Uma das características que mais chama a atenção de investidores nos Fundos de Investimento Exclusivos é que nesta estrutura financeira o investidor não paga imposto de renda pelas movimentações internas que realiza.

3) Fundos de Investimento no Exterior

De acordo com a Anbima, os Fundos de Investimento no Exterior devem ter no mínimo 40% do patrimônio investido em ativos fora do Brasil, apesar de que, geralmente, sua exposição ultrapassa o índice mencionado.

A Portofino traz aos seus clientes a possibilidade de investir no mercado externo de forma simples e segura, uma vez que o controle e o atendimento são feitos por nossa equipe. Oferecemos a possibilidade de montar Fundos de Investimento no Exterior Exclusivos através das melhores e mais modernas plataformas do mundo, sempre com muita segurança e retornos atrativos. Para saber mais sobre o tema, acesse nosso artigo que explica como investir fora do Brasil com segurança.

4) Fundos de Investimento Multimercado

Os Fundos Multimercados proporcionam ao investidor a oportunidade de combinar ativos de renda fixa, renda variável, derivativos e diversos instrumentos financeiros nas mais variadas proporções da carteira. Assim, este tipo de fundo conta com a variedade dos títulos para conseguir boas rentabilidades e aumentar o ganho de seus cotistas.

Gostou das informações descritas no artigo? Se você possui interesse em saber mais sobre como montar uma carteira eficaz no cumprimento de seus objetivos, fale conosco clicando aqui!

Leave a Reply